A Europa conhece uma pluralidade de ilhas, cuja única característica de base se prende com a diversidade que as caracteriza e que parece desafiar qualquer exercício de sistematização. Algumas são Estados, outras são capitais de Estados, e outras ainda são adjacentes ao território continental de Estados ao qual, por vezes, até se encontram ligadas por pontes. Outras ainda, encontram-se afastadas dos territórios dos respetivos Estados, aos quais foram associadas ao longo dos séculos, em função dos serviços que se perspetivava lhes poderem prestar.

Outras, possuem um estatuto especial dentro do quadro jurídico da União Europeia – as Regiões Ultraperiféricas, que são objeto de análise e reflexão nas Jornadas Internacionais “Regiões Ultraperiféricas da União Europeia: história, narrativas e desafios da contemporaneidade” que se realizarão em Ponta Delgada, nos dias 02 e 03 de junho, no âmbito do projeto Eurilhas – A dimensão Insular da Europa e as ilhas na União Europeia: heteronomia, autonomia e subsoberania.     

Programa