O VI Colóquio do Atlântico, dedicado a “Antero de Quental e os seus intérpretes”, realiza-se na próxima semana, nos dias 29 e 30 de novembro, em Ponta Delgada, e nos dias 2 e 3 de dezembro, em Lisboa. Numa parceria entre o Centro de Estudos Humanísticos (CEHu) da Universidade dos Açores, o Instituto de Filosofia Luso-Brasileira e a Universidade Católica Portuguesa, os trabalhos do VI Colóquio do Atlântico decorrerão, em Ponta Delgada, no Auditório da Biblioteca Pública e Arquivo Regional e no Museu Carlos Machado: Igreja do Colégio dos Jesuítas.

Figura ímpar da intelectualidade portuguesa do século XIX, Antero de Quental marcou gerações de estudiosos, cativos das suas palavras em verso e em prosa. Trata-se de um momento de homenagem ao eminente açoriano através das leituras que a sua vida e, em particular, a sua obra motivaram. O evento conta com o alto patrocínio do Governo Regional dos Açores, com a colaboração do Conservatório Regional de Ponta Delgada e com o apoio de outras entidades. Atendendo ao interesse da temática e à homenagem a um vulto tão marcante da cultura açoriana, o evento é aberto a toda a comunidade.