Na sequência da determinação do Governo da República, a Universidade dos Açores suspendeu as suas atividades presenciais nos campi universitários. Todos os docentes e demais trabalhadores  estão a partir de hoje  a trabalhar de forma remota a partir das suas habitações. Ao longo das últimas duas semanas a instituição preparou-se para esta eventualidade, instalando e testando todas as funcionalidades que permitissem à comunidade académica trabalhar remotamente, garantindo o funcionamento dos serviços. Nas vésperas da suspensão, o Reitor remeteu à comunidade académica a seguinte carta:

“Caros amigos

No seguimento do Comunicado do Conselho de Ministros, de 12 de março, e das recomendações e orientações divulgadas pelo Governo, a Universidade dos Açores suspendeu ontem as atividades letivas e não letivas presenciais por tempo indeterminado. Efetivamente, todos sabemos que a situação provocada pela propagação deste novo vírus não se vai inverter dentro de três semanas e para melhor decidirmos há que ser realistas e verdadeiros. Sem medidas drásticas, serão precisos vários meses para voltarmos à normalidade e será a Ciência a responder quando.

A todos os nossos estudantes remeti ontem a carta que anexo, informando-os dessa realidade e apoiando-os no regresso a suas casas se assim for a sua vontade. Nesta altura, cabe a cada um avaliar os riscos de tal decisão e decidir o que é melhor para si e para as suas famílias. Os estudantes são, nesta altura, os mais vulneráveis e têm de ser a nossa prioridade. Os residentes e os que estão deslocados. Os que pertencem à nossa Universidade e estão em programas de mobilidade noutros países, estamos a ajudar a regressar quando é essa a sua intenção. Os que são estrangeiros e nos escolheram como sua casa estamos a apoiar para que nada lhes falte.

A todos vós quero também reiterar a necessidade dos maiores cuidados em termos de contacto social, sugerindo àqueles que ainda não o fizeram que tracem os seus próprios planos de proteção familiar. O Centro de Resposta a Emergências da Universidade dos Açores vai continuar a funcionar 24 horas por dia e caso necessitem de algum apoio não hesitem em contactar.

Ao longo do dia de amanhã, e nos dias que se seguem, darei orientações a toda a comunidade académica sobre o modo como a Universidade dos Açores vai passar a funcionar a partir de agora. Estou a ouvir todos os responsáveis das nossas estruturas universitárias para que possamos implementar uma estratégia concertada e tão eficaz quanto possível.

Até breve!

João Luís Gaspar
Reitor

Ponta Delgada, 14 de março de 2020″