A Tuna Académica da Universidade dos Açores (TAUA) participou no XIII Portus Alacer – Festival de Tunas de Portalegre, que decorreu de 22 a 24 de novembro, organizado pela EnfTuna, a Tuna da Escola Superior de Saúde de Portalegre.

Em 26 anos de história da tuna mais antiga do campus de Ponta Delgada da Universidade dos Açores, foi pela primeira vez que a TAUA se deslocou à cidade Portalegre, trazendo na bagagem cinco prémios: Melhor Serenata, Melhor Adaptação, Melhor Pandeireta, Tuna do Público e Tuna Mais Tuna.

A TAUA partilhou o palco com a Phartuna – Tuna de Farmácia de Coimbra, a Magna Tuna Apocaliscspiana – Tuna Académica do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas e a Real Tuna Infantina – Tuna Académica Mista da Universidade do Algarve.

Os 37 elementos que pisaram o palco do Centro de Artes do Espetáculo de Portalegre tiveram a oportunidade de conhecer uma nova cidade, levando o nome e as cores da Universidade dos Açores, e o melhor da música que se faz na Academia, seguindo sempre o seu lema: “Qui habet aures audiendi, audiat!”

A TAUA foi fundada por alunos da Universidade dos Açores a 6 de dezembro de 1993. Conta com diversas atuações e digressões em festivais nacionais e internacionais, pelas ilhas dos Açores, continente Português, Alemanha, Bélgica, Holanda e Canadá. Possui dois registos discográficos, editados em 1996 e em 2017, e organiza o festival de tunas mistas “Inventio – Festival Internacional de Tunas”.